Rinocerontes: resolveram matar o paciente!

Dimas Marques
  • Dimas Marques

    Editor-chefe

    Formado em Jornalismo e Letras, ambos os cursos pela Universidade de São Paulo. Concluiu o curso de pós-graduação lato sensu “Meio Ambiente e Sociedade” na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo com uma monografia sobre o tráfico de fauna no Brasil. É mestre em Ciências pelo Diversitas – Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde pesquisou a cobertura do tráfico de animais silvestres por jornais de grande circulação brasileiros. Atua na imprensa desde 1991 e escreve sobre fauna silvestre desde 2001.

    Fauna News
28 de setembro de 2011

A incompetência na repressão da caça ilegal de rinocerontes da África do Sul foi finalmente admitida pelo governo daquele país: estão cortando os chifres dos animais para evitar que sejam mortos por traficantes desse material.

O sinal de que isso iria ocorrer já começou a ser divulgado pela mídia em maio de 2011. Na oportunidade, o Fauna News publicou “Reflexão para o fim de semana: legalizar o comércio de chifres para proteger os rinocerontes?!?” em que era comentado uma nota de O Estado de S. Paulo com a seguinte informação:

“A proposta teria o objetivo de frear a caça indiscriminada dos animais. Só no primeiro trimestre, 138 rinocerontes foram abatidos por caçadores ilegais. O chifre é valioso no mercado asiático, onde se acredita que ele seja afrodisíaco.”

Em 12 de setembro de 2011, o Fauna News publicou – a partir da matéria do blog Planeta Sustentável “África do Sul quer tirar chifres de rinocerontes para impedir caça”- que estavam pensando em matar o paciente já que não conseguiam curá-lo… Afinal, arrancar os chifres dos animais é mais fácil, e talvez barato, do que caçar os traficantes.

E foi isso que aconteceu.

Rinocerontes de Kruger Park, na África do Sul, com chifres serrados
Foto: Ilya Kachaev/REUTERS

O portal G1 publicou, em 21 de setembro de 2011, a matéria “Veterinários serram chifres de rinocerontes para evitar mortes”.

“Ver rinocerontes com chifres deformados virou uma cena comum no Parque Nacional Kruger, na África do Sul. A medida extrema foi uma decisão dos veterinários do parque para tentar salvar a espécie da extinção.

(…)Desde abril, os soldados do exército regular sul-africano estão mobilizados ao longo da fronteira com Moçambique para tentar salvar a espécie da extinção. Em março, mais de 40 rinocerontes foram mortos. Os caçadores abandonaram as táticas primitivas e passaram a invadir o parque com rifles militares e óculos de visão noturna.” – texto do portal G1


Rinoceronte morto por causa do chifre
Foto: AFP

Os chifres abastecem o comércio de remédios tradicionais da China – que considera que essa parte do animal tem poder afrodisíaco – e do Vietnã (para a cura de câncer). Por sinal, no Vietnã o rionoceronte-de-java foi extinto em abril de 2010, data em que se encontrou o corpo do último animal da espécie.

– Leia a matéria completa do portal G1
Releia os posts do Fauna News sobre a caça de rinocerontes:
– “Começar a semana pensando…”, de 12 de setembro de 2011
– “Reflexão para o fim de semana: legalizar o comércio de chifres para proteger os rinocerontes?!?”, de 6 de maio de 2011
– “Depois dos rinocerontes, agora é a vez dos elefantes desaparecerem no Vietnã”, de 4 de maio de 2011

Fauna News

Sobre o autor / Dimas Marques

Formado em Jornalismo e Letras, ambos os cursos pela Universidade de São Paulo. Concluiu o curso de pós-graduação lato sensu “Meio Ambiente e Sociedade” na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo com uma monografia sobre o tráfico de fauna no Brasil. É mestre em Ciências pelo Diversitas – Núcleo de Estudos das […]

Newsletter do Fauna

Resumo semanal do que foi notícia no
universo dos animais silvestres.

Busca

Fauna ZAP
1
Olá! Eu quero receber as notícias do Fauna News. 😃 🐾