Na Tailândia, novamente

Dimas Marques
  • Dimas Marques

    Editor-chefe

    Formado em Jornalismo e Letras, ambos os cursos pela Universidade de São Paulo. Concluiu o curso de pós-graduação lato sensu “Meio Ambiente e Sociedade” na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo com uma monografia sobre o tráfico de fauna no Brasil. É mestre em Ciências pelo Diversitas – Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde pesquisou a cobertura do tráfico de animais silvestres por jornais de grande circulação brasileiros. Atua na imprensa desde 1991 e escreve sobre fauna silvestre desde 2001.

    Fauna News
02 de junho de 2011
Agentes da alfândega do aeroporto de Bagcoc, na Tailândia, encontraram hoje (2 de junho) 451 tartarugas-estreladas-indianas, espécie considerada rara, e sete crocodilos de água doce. Os animais estavam dentro de quatro malas, embrulhados em peças de roupas furadas, e só foram encontrados porque ninguém foi retirar a bagagem. Os répteis foram despachados de Bangladesh. No mercado negro, esses animais valem US$ 33 mil.

Tartarugas apreendidas na Tailândia

Foto: Pornchai Kittiwongsakul/AFP

Encontrei essas informações no site da BBC e no portal G1. Ao terminar de ler a matéria do site da agência inglesa, encontrei uma chamada para a seguinte  chamada : “Contrabandista de bebê leopardo foge da Tailândia”.  Não resisti e cliquei, afinal em 13 de maio publiquei “Quer saber como animais silvestres são transportados por traficantes? Assista ao vídeo”, que abordou a prisão de Noor Mahmoodr, de 36 anos, quando tentava viajar para Dubai (Emirados Árabes) com dois leopardos, duas panteras, um urso e dois macacos – todos filhotes com idades entre quatro e cinco semanas.

Não deu outra: Noor Mahrmoodr não apareceu para uma audiência no tribunal e a polícia de Imigração confirmou que ele havia deixado a Tailândia. De acordo com a matéria da BBC, a ONG Freeland Foundation, entidade que combate o tráfico de animais silvestres naquele país,  expressou preocupação com a notícia.

“Desde que ele foi pego em flagrante e acusado, queremos saber por que ele não está sendo processado”, disse o diretor da Freeland, Steven Galster.

Se eu estiver enganado, por favor, escrevam me corrigindo, mas no Brasil traficante de animais também é solto após ser preso em flagrante e responde ao inquérito e ao processo em liberdade. Alguém já viu esse tipo de criminoso ser condenado e cumprir a pena na cadeia.

A causa? Lei fraca, principalmente.

– Leia a matéria do portal G1 sobre a apreensão das tartarugas e dos crocodilos.
– Leia a matéria da BBC sobre a apreensão das tartarugas e dos crocodilos (em inglês e com vídeo).
– Releia o texto do Fauna News: “Quer saber como animais silvestres são transportados por traficantes? Assista ao vídeo”.

Fauna News

Sobre o autor / Dimas Marques

Formado em Jornalismo e Letras, ambos os cursos pela Universidade de São Paulo. Concluiu o curso de pós-graduação lato sensu “Meio Ambiente e Sociedade” na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo com uma monografia sobre o tráfico de fauna no Brasil. É mestre em Ciências pelo Diversitas – Núcleo de Estudos das […]

Newsletter do Fauna

Resumo semanal do que foi notícia no
universo dos animais silvestres.

Busca

Fauna ZAP
1
Olá! Eu quero receber as notícias do Fauna News. 😃 🐾