Começar a semana pensando…

Dimas Marques
  • Dimas Marques

    Editor-chefe

    Formado em Jornalismo e Letras, ambos os cursos pela Universidade de São Paulo. Concluiu o curso de pós-graduação lato sensu “Meio Ambiente e Sociedade” na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo com uma monografia sobre o tráfico de fauna no Brasil. É mestre em Ciências pelo Diversitas – Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, onde pesquisou a cobertura do tráfico de animais silvestres por jornais de grande circulação brasileiros. Atua na imprensa desde 1991 e escreve sobre fauna silvestre desde 2001.

    Fauna News
19 de março de 2012
…sobre o tráfico internacional de animais silvestres brasileiros.

Apesar de mais de 60% do tráfico de animais no Brasil serem voltados para abastecer o mercado interno, estima-se que nosso país participe com uma fatia entre 5% e 15% do comércio ilegal internacional.

Ao se abordar o tráfico internacional, o Brasil está entre os principais países exportadores de animais silvestres, junto com África do Sul, Argentina, Bolívia, Camarões, China, Colômbia, Guiana, Índia, Indonésia, Kenya, Madagascar, Malásia, Paraguai, Peru, Rússia, Senegal, Venezuela, Vietnã, Tanzânia e Zaire. Os espécimes brasileiros passam primeiro pela Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana, Panamá, Paraguai e México, onde normalmente ganham documentação falsa autorizando o transporte e têm como destino final os Estados Unidos (maior consumidor mundial de vida silvestre), Alemanha, Arábia Saudita, Bélgica, Bulgária, França, Grécia, Holanda, Inglaterra, Japão e Suíça.

A região Norte, diferentemente do que acontece no comércio ilegal interno, tem bastante destaque na exportação por causa da ausência de fiscalização. Tabatinga (AM), Manaus (AM), Rio Branco (AC), Porto Velho (RO) e Bonfim (RR) são municípios de destaque nas rotas que envolvem essa região com os países vizinhos.

Vamos aos fatos…

“Autoridades da Bulgária apreenderam 127 exemplares de animais exóticos na fronteira com a Sérvia nesta segunda-feira (12). Entre eles, estavam lagartos-jacarés, que são uma espécie típica da Floresta Amazônica, encontrada no Brasil e também na Guiana, Peru, no Equador e na Colômbia.

Lagartos-jacaré, espécie amazônica, apreendidos na Bulgária

Foto:AFP

Também foram encontrados outros tipos de lagartos, cobras píton, camaleões, tartarugas, lagartixas, sapos, lesmas e um escorpião.

Os animais foram encontrados em malas entre os bancos de um ônibus de turismo comum que ia da República Tcheca até a Bulgária. Um homem foi preso. Os animais foram entregues ao zoológico da capital do país, Sofia.” – texto da matéria “Polícia apreende lagarto-jacaré da Amazônia na fronteira da Bulgária”, publicada em 12 de março de 2012 pelo portal G1

– Leia a matéria completa do portal G1

Fauna News

Sobre o autor / Dimas Marques

Formado em Jornalismo e Letras, ambos os cursos pela Universidade de São Paulo. Concluiu o curso de pós-graduação lato sensu “Meio Ambiente e Sociedade” na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo com uma monografia sobre o tráfico de fauna no Brasil. É mestre em Ciências pelo Diversitas – Núcleo de Estudos das […]

Newsletter do Fauna

Resumo semanal do que foi notícia no
universo dos animais silvestres.

Busca

Fauna ZAP
1
Olá! Eu quero receber as notícias do Fauna News. 😃 🐾